sábado, 15 de março de 2014

Capítulo 5 - I Kissed a Girl


Anteriormente 

Acho que eu já sei o que eu vou cantar e tocar na próxima semana. Sou interrompida pelo meu telefone tocando quando olho no visor abro um sorriso imenso 

Agora 

Demi Narrando on-

Eu estava no meu sofá, mexendo no Twitter quando me da uma vontade de ver a (Seu nome). Disquei o número dela, fiquei um pouco receosa será que ela vai aceitar? E se ela tiver algo mais interessante para fazer? Apertei para chamar antes que eu desistisse, começou a chamar. Meu coração estava acelerado mais que o normal, finalmente ela atendeu.

Ligação on- 

(Seu nome): E aí Lovato! --disse animada--
Demi: Oi (Seu nome) --abri um sorriso--
(Seu nome): Tudo bem? 
Demi: Tudo sim e você? --falei sorrindo--
(Seu nome): Tudo bem também 
Demi: Então você deve estar se perguntando porque eu te liguei --ela me interrompeu--
(Seu nome): Aposto que você quer sair comigo --ele disse risonha--

Por acaso essa menina é vidente? Fiquei ate um pouco assustada com isso.

Demi: É, então você quer? --disse com um pouco de receio--
(Seu nome): Claro Lovato, pode ser agora? Ou melhor daqui uma meia hora para eu me arrumar --ela falou rindo--
Demi: Pode ser sim, eu vou te pegar aí na sua casa, pode me passar seu endereço? --falei e senti minhas bochechas corarem-- 
(Seu nome): Claro é (UmBairroQualquerDeLA) ta bem? 
Demi: Tudo bem, até daqui a pouco! --disse e abri um sorriso--
(Seu nome): Até, beijos 
Demi: Beijos 

Ligação of- 

(Seu nome) Nadrando on- 

Depois que eu falei com Demi eu fui rápido para meu banho não sei porque mas eu tinha a necessidade de estar bonita perto dela ou pelo menos apresentável cara, ela é a Demi Lovato, ela é muito gostosa também. Ri dos meus pensamentos impuros. Me levantei e fui para o meu banheiro tomei um banho demorado e logo depois sai fui para o meu closet e me vesti 

      ( o ultimo ) 

Me olhei no espelho e eu estava linda, vou perguntar a Demi o que ela achou. Passei uma make leve, deixei meu cabelo solto mesmo, ouço buzinas vindo do lado de fora, é ela. Peguei minha bolsa com meu celular e desci as escadas 


E fui em direção a porta, sai de casa e a tranquei. Olhei para o caro e vi Demi sorrindo grandiosamente. Ela gostou. Fui em direção ao carro que era lindo, não pude deixar de notar. Adentrei no mesmo no lado da carona e fechei a porta. 

Demi: (Seu nome)! --ela disse me abraçando-- 

Inspirei seu perfume que era a melhor cheiro do mundo, parecia uma droga para mim. 

(Seu nome): Demi! --falei retribuindo o abraço--

Nós separamos o mesmo e ela me fitou de cima a baixo.

Demi: Você está linda --ela falou e suas bochechas coraram--
(Seu nome): Você está espetacular --falei olhando em seus olhos--

Demi estava com uma calça justa rasgada com uma blusa antiga de uma banda e uma jaqueta por cima com uma make leve, com certeza essa hora eu estava fitando ela como uma idiota, droga! 

Demi: Obrigada --ela desviou o olhar para baixo corando-- 
(Seu nome): De nada

Demi deu partida finalmente no carro. Não sabíamos aonde íamos também não iria perguntar eu confio nela, ela está tão linda que vontade de agarrar ela aqui mesmo no semáforo mas não posso fazer isso. Estava perdida em meus pensamentos quando Demi estaciona o carro em frente a um restaurante não é sofisticado é modesto 

Demi: Vamos? --ela diz abrindo a porta do carro-- 
(Seu nome): Vamos sim --abri a porta do carro para mim também--

Nós entramos no retaurante e tinha dois meninos jovens lá. Eles não notaram a nossa presença ainda bem não quero que eles fiquem assentindo a Demi. Nós fomos para uma mesa mais afastada nós sentamos uma de frente para outra. A garçonete veio nos trazer os cardápios depois eu vi que ela foi lá na mesa dos meninos, não gostei do que vi. Eles estavam a colocando em seus colos realmente a assediando. 

(Seu nome): Demi, fica aqui eu já volto! 

Não ouvi o que ela disse, sai da mesa em direção a mesma dos meninos 

(Seu nome): Solta ela, agora --falei autoritária--
XXX: Porque? Você quer sentar aqui no meu colo gostosa? --disse batendo as mãos no seu colo--

Esse momento uma raiva subiu a minha cabeça. Peguei-o pelos cabelos e o fiz levantar, a garçonete também levantou. O restaurante tinha banquinhos perto de uma grande extensão de bancada com bebidas alcoólicas. Fui o arrastando para ele sentar ali. O sentei e dei um soco, ele tentou revidar mas quebrei sua mão me afastei um pouco. 

(Seu Nome): Agora, seu verme! Infeliz sai daqui! E se eu tiver fazendo isso de novo não vai ser só sua mão que estará quebrada --falei auto e autoritária-- e você --fui em direção ao outro-- Você também fique avisado, suas vidas são tão tolas e mal resolvidas --alternei meus olhares para os dois-- vocês poderiam ser melhores que isso, mas vocês são um bando de idiotas mesquinhos que não conseguem ser pessoas decentes uma vez na vida! --falei alto-- e aproposito --dei um soco de direita dele o que fez o seu nariz sangrar peguei-o pelos cabelos e o outro também. Abri a porta do restaurante com o pé e os atirei na rua--

Voltei para dentro, não me importei se tivesse tanta gente ou não, me sentei na frente de Demi e ela me olhava perplexa. 

(Seu nome): Se nesse pais não tem justiça, faço eu com minhas próprias mãos! 


Resolvi postar hoje, não quero deixar vocês sem capítulos, claro que esse ta uma bosta. Mas é o que deu gente desculpa! E tbm ficou pequeno....

Beijos 


Lena


3 comentários:

  1. Não ficou uma bosta PORRA nenhuma kkkkkk,ficou perfeito cara!!!
    -júh

    ResponderExcluir